Pais e professores em alerta: 4 coisas que precisamos saber sobre Obesidade Infantil


Obesidade InfantilA taxa de sobrepeso entre os jovens pode cair mais de 26% caso eles pratiquem mais de uma atividade física

 

Obesidade é um problema de saúde pública
Antigamente, as crianças corriam na rua, brincavam de pega-pega e soltavam pipa. Hoje em dia, a molecada das cidades passa horas na internet ou assistindo TV, sem falar na alimentação, muitas vezes baseada em fast food e guloseimas.

Obesidade é um problema de saúde pública nos EUA e no Brasil. Segundo um estudo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o governo federal brasileiro gasta R$ 3,5 bilhões todo ano só para o tratamento das doenças provocadas pelo sobrepeso ou pela obesidade.

 

Os Riscos da Obesidade Infantil

 

 

Obesidade e depressãoObesidade e depressão

Um estudo feito pela Universidade de Rutgers, nos Estados Unidos, demonstrou que, entre os 1500 jovens acompanhados, houve casos em que jovens obesos desenvolveram depressão, e também o contrário, jovens deprimidos se tornaram obesos.

Pais e professores devem ficar atentos aos sinais de depressão, principalmente em jovens com excesso de peso, e procurar avaliação psicológica, caso necessário.

 

Obesidade infantil e risco de doençasDoenças ligadas à obesidade

A obesidade está ligada a doenças cardiovasculares, certos tipos de câncer, diabetes etc. Como as doenças cardiovasculares geralmente não apresentam sintomas, é comum que não se dê ênfase na prevenção. Descobertas recentes mostram que crianças e adolescentes acima do peso correm um risco maior do que se pensava de sofrer de diabetes e hipertensão precocemente. Por isso, convém que esses grupos tenham acompanhamento médico regular.

 

Como combater a Obesidade Infantil

 

ExercíciosComo combater a Obesidade Infantil

De acordo com um estudo publicado na revista científica norte-americana “Pediatrics”, a taxa de sobrepeso dos jovens pode cair mais de 26% caso eles pratiquem mais de uma atividade física. Se os estudantes caminhassem ou utilizassem a bicicleta para ir ao colégio três vezes por semana, esse problema seria reduzido em 22%.

A prática de exercícios físicos é peça chave no combate à obesidade infantil. Cabe aos pais e professores incentivar de forma a despertar o interesse real das crianças pelas atividades. Lembrando que, para as crianças, as atividades devem ser divertidas, misturando brincadeiras, jogos etc.

 

Como combater a Obesidade InfantilGuloseimas

O maior consumo de guloseimas costuma ocorrer em casa. Então, evite comprar alimentos prontos, muito açucarados. Proibir não funciona. A melhor estratégia é combinar com a criança o que é melhor. Por exemplo, pode-se combinar que, no dia em que beber chocolate ao leite, refrigerante fica fora. Se escolher um suco natural, aí pode comer um bombom.

A sobremesa não deve ser recompensa. Ela pode fazer parte do menu ocasionalmente e não deve ser um hábito. Ao valorizar a sobremesa, tira-se o foco da refeição principal, que a criança passa a encarar como sacrifício.

 

 

 

O Programa Cultivar é um Sistema de Ensino de Educação Física e atividades extracurriculares. Conheça os planos de franquia e os modelos para escolas públicas.

>>> Tire suas dúvidas: entre em contato conosco clicando aqui.

 

 

 

 

lucio

 

 

 

 

 

 

 

 

Seja o primeiro de seus amigos a curtir o Programa Cultivar.

DESTAQUES